Como configurar a variável PATH?

Publicado em:
linux 

Nesse tutorial, vamos aprender a configurar a variável de ambiente PATH para adicionar o caminho de seus excetuáveis. Mas primeiro vamos aprender algumas coisas básicas sobre esta variável de ambiente e também sobre executáveis.

Onde ficam os executáveis usados no Terminal?

Você já deve ter percebido que no Terminal temos vários comandos à disposição. E já deve ter percebido também que alguns deles só ficam disponíveis após instalar determinado pacote. O Linux armazena esses executáveis em alguma pasta específica do sistema operacional. Você pode verificar o diretório de origem de um executável qualquer rodando o comando which.

Exemplo:

which echo
# /usr/bin/echo

No caso acima, vemos que o executável echo está localizado na pasta /usrb/bin/. Sabemos então que os executáveis sempre vêm de algum diretório.

A questão é: O que faz com que possamos executá-los usando apenas o nome, ao invés de ter que digitar o caminho completo?

O que é a variável PATH?

A variável PATH é usada no Linux para localizar executáveis necessários da linha de comandos. Em outras palavras, esta variável possui uma lista de caminhos onde se localizam os executáveis que usamos, por exemplo, no Terminal.

Você pode conferir o que há na variável PATH simplesmente rodando o comando echo.

Exemplo:

echo $PATH
# /usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/sbin:/bin:/usr/games:/usr/local/games:/snap/bin

Notem que essa variável possui uma lista de caminhos separados por :. Cada caminho desse representa um local onde o Linux encontra os executáveis.

Sendo assim, se modificarmos o valor de PATH, isso também mudará a maneira que o Linux reconhece os executáveis/comandos usados no terminal.

Configurando a variável PATH

Se você deseja adicionar os seus próprios scripts ou executáveis no terminal, você precisa adicionar o caminho onde encontra-se os mesmos se encontram à variável PATH.

Você pode fazer isso dessa forma:

PATH="${PATH}:/caminho/para/meus/executáveis"

Exemplo: adicionando uma pasta de scripts

Para entendermos na prática, vamos adicionar o caminho /tmp/meus_scripts na variável $PATH para testarmos.

O que vamos fazer é o seguinte: 1 - Criar a pasta /tmp/meus_scripts 2 - Criar um script chamado hello dentro da pasta /tmp/meus_scripts 3 - Adicionar /tmp/meus_scripts em PATH 4 - Dar permissão de execução para hello.

Dessa forma:

mkdir /tmp/meus_scripts
echo "echo Hello" > /tmp/meus_scripts/hello
chmod +x /tmp/meus_scripts/hello
PATH="${PATH}:/tmp/meus_scripts"

Se tudo ocorreu como esperado, você pode testar, assim:

hello
# Hello

Se tudo ocorreu bem, significa que a sua pasta foi adicionada com sucesso na variável de ambiente PATH.

Nota : Para que seu script seja executável na linha de comando, você precisa dar a permissão de execução para o mesmo. Você pode fazer isso através do comando chmod +x /caminho/para/seu/script.