Como instalar o Composer 2 no Linux?

Como instalar o Composer 2 no Linux?
Publicado em:

O Composer 2 foi lançado, com várias novidades, principalmente em relação ao desempenho, como melhorias no uso da CPU e um a considerável diminuição no tempo de instalação e atualizações dos pacotes.

Vejamos como podemos instalar essa incrível versão no seu Linux

Instalando o composer 2

Você deve utilizar o PHP na linha de comando para copiar o script de instalação do composer, conforme a documentação do Composer.

Execute o seguinte comando no Terminal:

php -r "copy('https://getcomposer.org/installer', 'composer-setup.php');"
php composer-setup.php

O comando acima vai criar o arquivo composer.phar no diretório atual.

Agora, dê permissão de execução para o arquivo, usando o comando chmod.

chmod +x composer.phar

Em seguida, mova o arquivo para a pasta /usr/local/bin para torná-lo disponível no Terminal.

sudo mv composer.phar /usr/local/bin/composer

Pronto! Você instalou o Composer 2 no seu Linux.

Testando o Composer 2

Através do comando composer --version, você poderá verificar a versão do Composer.

Exemplo:

composer --version

O resultado será parecido com isso:

Composer version 2.0.9 2021-01-27 16:09:27

Verificando informações e dependências

Para verificar a integridade da instalação, podemos rodar o comando composer diagnose. Esse comando tem como objetivo mostrar algumas informações sobre as dependências utilizadas, bem como verificar se existem erros comuns na instalação.

Exemplo:

composer diagnose

Saída:

Checking platform settings: OK
Checking git settings: OK
Checking http connectivity to packagist: OK
Checking https connectivity to packagist: OK
Checking github.com oauth access: OK
Checking disk free space: OK

Checking composer version: OK
Composer version: 2.0.9
PHP version: 7.3.27
PHP binary path: /usr/bin/php7.3
OpenSSL version: OpenSSL 1.1.1i  8 Dec 2020
cURL version: 7.68.0 libz 1.2.11 ssl OpenSSL/1.1.1i
zip: extension present, unzip present

Atualizando o composer

Para atualizar o Composer, basta utilizar o comando composer self-update. No nosso caso, como movemos o composer para a pasta /usr/local/bin, é necessário permissão de root para efetuar a operação.

sudo composer self-update