Configurando um virtual host para Laravel no Apache

Configurando um virtual host para Laravel no Apache
Publicado em:

O servidor Apache e Linux são muito utilizados em diversas hospedagens de site. Por isso, creio que é importante saber configurá-lo na sua própria máquina, para estar familiarizado com o mesmo. Neste tutorial, vamos aprender como configurar um Virtual Host no Linux para executar sua aplicação Laravel através do Apache 2.

Nota: Esse tutorial assume que você já tenha o Apache2 e o PHP instalado no seu Linux.


Em qual diretório deve estar meu projeto Laravel?

Por padrão, no Linux, os sites do Apache estão localizados no diretório /var/www/. A sugestão é que você mova a pasta do seu projeto para dentro desta pasta. O caminho deverá ficar parecido com /var/www/seu-projeto.


Configurando um host local para sua aplicação

É possível criar um host na sua máquina, diferente do localhost, para executar a sua aplicação Laravel localmente. Para isto, basta deve editar o arquivo /etc/hosts e adicionar uma nova linha de configuração. É necessário permissão de root para editar este arquivo.

No exemplo abaixo, vamos usar o nano para editar o arquivo. Veja:

sudo nano /etc/hosts

Em seguida, adicione a seguinte linha:

127.0.0.1 seu-projeto.local

Para testar se o novo host está funcionando, você pode acessar http://seu-projeto.local no seu navegador, após salvar o arquivo acima.


Criando um Virtual Host

Agora, precisamos criar um arquivo de Virtual Host no seu Apache, para apontar para o domínio local criado anteriormente. Os arquivos de virtual hosts devem ser armazenados na pasta /etc/apache2/sites-avaliable e possuir a extensão .conf.

Faça o seguinte:

cd /etc/apache2/sites-avaliable
sudo nano seu-projeto.conf

Em seguida, adicione o seguinte conteúdo em seu arquivo seu-projeto.conf:

<VirtualHost *:80>
    ServerName seu-projeto.local
    DocumentRoot /var/www/seu-projeto/public
</VirtualHost>

Observe que DocumentRoot está apontando para a pasta public da sua aplicação Laravel. Isso deve ser feito para que a aplicação funcione corretamente, pois, no Laravel, essa pasta é tratada como a raiz da sua aplicação web.


Habilitando o Virtual Host

Apenas criar o arquivo .conf dentro de /etc/apache2/sites-avaliable, não faz com que o Apache reconheça o seu Virtual host. É preciso habilitá-lo no Apache. Você pode fazer isso através do comando a2ensite.

Veja:

sudo a2ensite seu-projeto.conf

Esse comando retornará a seguinte saída:

Enabling site seu-projeto.local.
To activate the new configuration, you need to run:
  systemctl reload apache2

Com isso, o seu virtual host foi habilitado e está pronto para funcionar, porém é recomendável fazer uma coisa antes…

Teste o Apache após habilitar um Virtual Host

A mensagem acima está sugerindo que você já pode recarregar o Apache, para que o novo site esteja disponível. Mas, antes de fazer isso, é sempre importante executar o comando sudo apache2ctl configtest. Este comando verificará se existe algum problema com a sintaxe e afins em seu Virtual Host. Caso haja falhas, será apresentado os detalhes dos erros que precisarão ser corrigidos. Se tudo estiver certo, você receberá a saída Syntax OK.


Recarregando o Apache

Toda vez que você habilita um virtual host novo, você precisa recarregar o Apache, para que as mudanças entrem em vigor.

Utilize o seguinte comando:

sudo service apache2 reload

Ou:

sudo systemctl reload apache2

É importante informar que o Apache cria um link simbólico dos virtual hosts ativos. Ele os cria dentro da pasta /etc/apache2/sites-enabled. Quando você executa o comando a2ensite, o arquivo alvo em /etc/apache2/sites-avaliable passa a ter um link em /etc/apache2/sites-enabled.


Testando a aplicação

Agora, você já pode acessar a url seu-projeto.local em seu navegador para conferir se está tudo certo. Se as demais configurações do seu projeto ou dependências já estiverem definidas, sua aplicação está funcionando agora pelo Apache!


Reescrita de URL no Laravel

O Laravel internamente utiliza o mod_rewrite para que as rotas da aplicação funcionem como esperado. Caso não tenha ainda configurado o seu Apache, ou sua aplicação no Apache apresentar problemas com a URL, recomendo a leitura de como habilitar a reescrita de urls no Apache.